mood #8o

o desarranjo,
a decomposição,
toda a tensão é solúvel
num toque na pele

.

.
tentação? não.
só honestidade em demasia.
não se deve brincar com a comida, dizem
nem com a taquicardia, digo eu
.
dedos esticados e costas direitas
desfazendo em recortes de brilhantes
um dia podendo ser
parte de mim, luz
.
.
.
[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=eOhoYk6SuFg&w=320&h=266]
.
.
.

para quê tudo isso?
para quê fingir que sumiu
toda a cumplicidade
entre os dedos
esticados – seguram os fios
entrelaçados entre cada esfinge
o puzzle já o conheço

.
.
.
.
desapareceu um puzzle que finalmente completei…

afinal fui eu, perdida na inocência
de quem não sabe o que fez
mas com a culpa de crime

Leave a Reply

Your email address will not be published.