“original prankster, yeah!”

de um companheiro.

para pregar partidas e sustos e pranks in general… everyday, for the rest of my dear life.

estou farta de ser só eu a fazer alguém chorar e gritar.

também tenho direito a um pico de adrenalina, não?

aquelas coisas que se dizem acerca das redes sociais glorificarem apenas os aspectos positivos e fazerem com que as outras pessoas se sintam “inferiores”… não vou com isso.

com uma excepção…

tenho uns ciúmes brutais daqueles casais que passam a vida a pregar sustos e partidas um ao outro.


[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=DkvhyMR0E3s&w=320&h=266]



epá, it’s the lifestyle I wanna live in.

eu bem tento fazer a minha parte com os outros – gritam, choram, batem-me (algumas vezes, pelo susto), fogem…

e eu ali, sozinha, abandonada, carecendo do apreço pelas maravilhosas e bem pensadas gargalhadas (ainda que só cheguem passadas umas horas…).

“e eu?!”

e sim, é talvez a única coisa que se partilha on-line das quais tenho ciúmes.

casais ou amigos que esfrangalham objectos, que fazem alguém espetar-se no chão, que usam farinha das mais variadas e criativas formas possíveis…

Ahhhh, the joy of adrenaline.

I can certainly live up to the dream of having a partner that loves to scare someone as much as I do!

e não entendo, muito sinceramente, quem não gosta deste tipo de coisas no dia a dia.

é divertido! (diz a rapariga que passa a vida a fazer isso aos outros mas nunca é vítima)

Leave a Reply

Your email address will not be published.