tu apenas [edit 2]

finges melhor que eu.

hoje fui obrigada a aprender um pouco acerca do processo “extensão de pestanas”….

and I realized I’ve lost all my happy-go-lucky empathetic shit.

há crianças a morrer por falta de alimento

outras colocam extensões, pestana a pestana, como um relojoeiro velhinho mas de mãos pouco trémulas.

eu fico pasmada, aboleimada, magoada. e muitos outros “ada”.

por vezes critico-me por me deixar ir mas… não posso ir viver para a rua por “solidariedade”.

bem tento fazer a minha parte – voluntariado, tratar de uns animais vadios…

mas quando faço voluntariado fico de coração triste… quem mais dá para quem precisa de ajuda são precisamente aqueles que também necessitam de uma mãozinha.
tenho vontade de chorar ao me lembrar desta vez mais recente…
uma idosa muito velhinha, quase mirrada – com pouco dinheiro para pagar a própria comida mas que sabe que os animais “merecem melhor”.

e fico zangada. Com as extensões, com as pretensões, com todos os ões. Nunca vou deixar de ficar – sempre fui assim.

e tu criticas-me. Mas és apenas melhor a dissimular e a empurrar para “lá para trás”, no fundo da cabeça, bem perto das raízes dos cabelos.


porque pensamos todos o mesmo e no entanto passamos a vida a embutir culpa de quem prega a oração formato solitário?! 

silêncio macabro este, 
tão cheio de compreensão,
embora escuro
ainda se vê



EDIT: ainda não percebi se perdi a empatia ou a simpatia…


é diferente. Sou demasiado empática mas pouco simpática… faz sentido, não?


EDIT 2 – mas a sério. Extensões de pestanas. O profissional tem uma fila de pestanas INDIVIDUAIS de diversas curvaturas, comprimentos, cores…

raios – cada pestana falsa é colada a uma e têm de parecer uma única. Ali. A gaja deitada com fita-cola nos olhos feita Alexander DeLarge, uma autêntica Laranja Mecânica com outra gaja a mexer com a porra das pinças mais pequeninas que já vi… E pronto. São felizes.

porque não posso ser EU feliz assim? … Empatia, simpatia e ciúme.

sim. trocava este sentido de nada com uma pitada de revolta e um polvilhado de acidez crónica pela felicidade que algumas pessoas sentem ao terem pêlos falsos nos olhos.

F-DA-SE

Leave a Reply

Your email address will not be published.