tudo tudo

tudo

todos
cores, luzes, silêncios e melodias. Palavras e lógicas.
os dias quentes, os dias frios.
a música bela, as constelações
os dedos que acariciam o veludo escondido,
o correr da tinta que serve de desabafo,
o refresco que cai bem, 
a água que cobre as orelhas e camufla o pensamento,
os sorrisos de tão sinceros que quase acredito,
as probabilidades mágicas do ser e existir,
a almofada acabada de lavar com o amaciador de embalagem lilás,
as poesias vivas que dançam em redor,
o vento que agita os cabelos para onde bem lhe apetecer,
tudo
e todos
deixam de ser apetecíveis quando encontramos a perfeita simetria, a beleza superior.

Leave a Reply

Your email address will not be published.