vida

não pode ser esta culpa por estar viva.

pedir todas as noites não acordar.

ficar triste por acordar.

contente com cada batimento irregular do coração.

despreocupada com o sangue que agora jorra facilmente.

ter medo de sonhar.

arrepender-me de me ter salvo.

imaginar vezes e vezes sem conta aquela paz que a inconsciência trouxe. Imaginar que estou outra vez nela e deixo de ser.

não só pode mas é de facto

Leave a Reply

Your email address will not be published.